24 de dez de 2009

"A condição para o milagre é a dificuldade. Para um grande milagre, a impossibilidade."


Natal - afinal, o que de fato isso significa? Em um mundo onde este é apenas mais um período de lucros para o comércio e geração de empregos, onde as pessoas "satisfazem" sua necessidade de realizar atitudes de peso, digamos assim, a fim de tranquilizar a consciência que durante o ano esteve ocupada com coisas supérfluas ou egoístas demais para se preocupar com o bem-estar de seus semelhantes, o verdadeiro sentido desta palavra passa despercebido por muitos, infelizmente.

Esperamos, diversas vezes, que algo ocorra e modifique nossa forma de pensar e agir, que mude completamente nossas vidas, um verdadeiro milagre.Esquecemos-nos, porém, que o maior milagre já foi realizado a nosso favor! A Palavra de Deus nos afirma que "Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele." (João 3.16,17) E é exatamente este o verdadeiro significado do Natal - o amor de Deus, derramado de forma tão maravilhosa sobre os homens, por meio de Seu Filho Jesus Cristo, o qual nos mostrou quem de fato Deus é!

Qual a probabilidade de um Deus soberano, ilimitado e santo, tornar-se limitado, tomando a forma de homem, sofrer todo tipo de sofrimento e perseguições, desde o seu nascimento até sua morte, através da qual, levou sobre si todo o nosso pecado e por esse motivo recebeu toda a ira divina sobre si , restabelecendo dessa forma, a comunhão entre nós e Deus, tornando-se a nossa ponte de acesso ao Pai, em meio ao abismo de desobediência e pecado?

"A condição para o milagre é a dificuldade; para um grande milagre, a impossibilidade." É quando realmente reconhecemos que nada podemos fazer e que precisamos depender exclusivamente do Senhor, que o milagre ocorre em nossas vidas! E isso só evidencia que nada somos, e que é o amor de Deus, que nos mantém de pé!

"Caso nossa maior necessidade fosse informação, Deus nos teria enviado um educador. Se a nossa maior necessidade fosse a tecnologia, Deus nos teria enviado um cientista, Se nossa necessidade fosse dinheiro, Deus nos teria enviado um economista. Mas, uma vez, que nossa maior necessidade era o perdão, Deus nos enviou o Salvador."

Hoje, a cruz está vazia, Cristo vivo está, e porque Ele vive, nós também vivemos! Que essa centelha de vida, cujo início foi o Natal e se concretizou com êxito no derramar do sangue precioso e na ressurreição de nosso Senhor na Páscoa, seja parte de nossas vidas, e que vivamos de modo digno para honrar o nosso tão grande Salvador - Jesus - nosso amigo, nosso Deus e Pai!

Que Deus o abençoe grandemente!


7 de dez de 2009

A Carta de Deus para Nós

Com o passar dos anos e o avanço da tecnologia, são pouquíssimas as pessoas que utilizam cartas para se comunicar, afinal, se existe e-mail, MSN, Orkut, celular, Page e tantos outros meios de comunicação, para que então, gastar tempo com cartas?

Como a maioria das pessoas, também uso estes meios, que além de modernos, são práticos e facilitam muito a nossa vida; mas nada se compara à sensação de receber uma carta, aliás, tenho uma caixa cheinha delas. É uma alegria receber aquela correspondência há algum tempo esperada, a qual relata as novidades, recorda momentos agradáveis ou simplesmente trazem notícias de pessoas queridas, especiais, que estão distante de nós, nossos amigos e família.

É como se colocássemos toda nossa alma nas palavras que escrevemos ali, nos sentimos importantes, pelo fato de que alguém pensou em nós, disponibilizou um tempinho para compartilhar suas alegrias,vitórias, e também tristezas conosco, o que mostra que somos dignos de confiança por essa pessoa, ou simplesmente para nos dar um abraço e desejar um bom dia! Creio que esta é uma sensação comum a muitos.

Agora, imagine que se sentimos tudo isso por causa de uma carta que alguém nos enviou, como nos sentiremos em receber uma carta cujo remetente seja Deus! Já parou para pensar qual seria sua reação? Sei que talvez você deva estar dizendo:

"Isso é impossível. Deus não escreve cartas, e se escrevesse, certamente não seria para mim. É uma boa história, seria muito bom para ser verdade, mas não vivemos de história, de faz de contas, e sim da realidade."

Entretanto, isso não é um faz de contas, não é uma história criada por mim, é a mais pura verdade; o ponto triste desta história, porém, é que damos pouca ou nenhuma importância à carta que Deus nos enviou. Qual carta? Onde ela está? Ela está acessível a todos, é a própria Palavra de Deus, as Escrituras, a Bíblia Sagrada!

Somos tão importantes para Deus, Ele se importa tanto conosco que escreveu uma carta para nós. E nela, podemos encontrar tudo o que o Senhor preparou para seus filhos, podemos vislumbrar Seu plano de salvação, o qual se realizou através de Seu Filho Jesus Cristo, O qual demosntrou não somente o amor de Deus , mas principalmente, quem Ele é! Nela podemos ler as palavras de vida daquele que nos deu vida!

Entretanto, da mesma maneira que a caneta não escreve sozinha, o teclado não digita por si mesmo, antes, é necessário que alguém esteja utilizando-os e fazendo com que eles desempenhem seu papel, de nada adianta ter essa carta quando ela está fechada, esquecida ou simplesmente aberta em algum lugar como uma espécie de talismã; ela precisa ser lida, e você só saberá o seu conteúdo quando a ler.

Dessa forma, porque não dá uma olhadinha no que o Senhor com todo carinho escreveu para você?

Deus te abençoe grandemente!


video