3 de fev de 2010

Que Amor é Esse?

Obstinado amor de Deus:
Profundo, imenso
Sensível, mas forte
Que aceita e perdoa
Que não tem fim, mas perdura
Que transforma e molda
O coração do homem.
Obstinado amor de Deus

Que amor é esse?
Amor demonstrado, capturado
Por um simples olhar
Por um leve toque
Por um abraço forte
De um Pai atento e singular

Que amor é esse?
Que me liberta e fortalece
Que vai ao meu encontro
Que tira o pranto
Ecoa o canto
De liberdade e paz?

Amor desmedido,
Sangue vertido
Por nós na cruz.

Este é o amor de Deus,
Não há como expressar, em vão procurar
Amor tão grande assim,
Como o obstinado amor de Deus
Por mim.


Interessante como este curto poema surgiu, estava refletindo sobre algo que um amigo do Conversa Decente Cristã escreveu, e de forma simples, ele surgiu. Simples, porque Deus é simples, e não importa o quanto busquemos expressar Seu amor por nós, é incrível como o Senhor fala e nos toca nas mais pequenas coisas, nos mínimos detalhes da vida.

Nota: Obrigada Anderson, suas palavras geraram contemplação e a inspiração do doce Espírito de Deus fluiu de modo surpreendente!

Deus o abençoe caro leitor, e que o obstinado e puro amor de Deus alcance sua vida!

P.S: O poema virou música, qualquer dia desses irei compartilhá-la com vocês. A Deus seja toda a glória!