24 de mar de 2011

Tudo é Belo Aqui!

Houve um "tempo" em que eu sorri. Tudo era muito bonito.... Mas sabe Deus, pensando bem, vejo que este "tempo" nunca existiu. Apesar de todos os medos gerados pela pressão do que o amanhã irá trazer, da dor já passada e da que ainda possa vir, da estufa de perspectivas e planos ainda estar meio adormecida, agora, percebo, o tempo atrás era apenas sombra da realidade.

Há a consciência de que há muitos mais que não têm perspectiva de absolutamente nada, e que nem ao menos O conhecem, e por mais que pareça, muitas vezes, não ser grata, eu sou. Sou grata por tudo o que tenho vivido com o Senhor e por Tua graça.

Há momentos como este em que o gelo aqui dentro se espalha e torna inverno o meu corpo e meu pensar. Algo há, porém, em que ele não pode tocar: a certeza de que não durará muito, o Sol brilhante que És irá aquecer-me com Tua luz e glória, e mais uma vez, poderei sorrir, não para esconder a dor que teima vir à superfície, mas inevitavelmente, como alguém que em meio à tempestade encontra em Ti seu refúgio e fortaleza.

Podes me ouvir? Sei que sim. E você, pode compreender o que escrevo? Sinceramente, não sei, a menos que compartilhe comigo. Eu não estaria "aqui" nesta estrada íngreme se não soubesse que é o único caminho para prosseguir. E ainda que tudo ao meu redor pareça desumano, injusto ou sem razão, prosseguirei, por que tenho aprendido que "Deus não tem o dever de suprir nossas expectativas, mas tem o prazer de suprir nossas necessidades!" (Paulo Baruk)

Não preciso viver entulhada de perguntas, embora elas insistam em orbitar minha mente. Não é o que anseio, pois sei que quanto mais sou subjugada pelo peso delas, não posso encontrar as respostas que são essenciais.

Tudo é belo aqui quando lembro que minha necessidade reside em Ti, e somente em Ti. E quando descubro o que de fato necessito, encontro igualmente em Ti a fonte onde cada sonho, cada pulsar ritmado do meu coração, cada fôlego de vida, é saciado!

Busco sempre mais riscar o "houve um tempo", por que exatamente hoje tudo é belo aqui!

"Pois o necessitado não será para sempre esquecido, e a esperança dos aflitos não se há de frustrar perpetuamente." (Salmos 9.18)

2 comentários:

Fernando Saraiva disse...

Graça e Paz
Amiga Gerlane,

Sempre houve, há e haverá momentos distintos em nossas trajetórias, momentos efêmeros e outros marcantes, uns alegres, outros um pouco aquém de nossas expectativas. Fico pensando naqueles momentos que me encontrei destruído, às vezes chorando, outras vezes refletindo e outras tantas me levantando depois de um pequeno grande tropeço.

Hoje, vejo que as quedas, as dores, o sofrimento e porque não os momentos alegres que vivi, foram e são imprescindível para que pudesse estar neste momento, nesta hora, neste lugar.

Somos seres mutáveis, não somos os mesmos de ontem, e nem tão pouco seremos no futuro o que somos hoje, por mais confuso que seja o turbilhão de emoções que teimam em nos confundir. Cedo ou tarde, eles passaram, no entanto as experiências que adquirimos neste percurso nos ajudaram a construir um novo Eu de Nós mesmos. Ótimo Post

Shalom!!!

Gerlane G. Oliveira disse...

Olá Fernando, meu amigo. :)

Suas palavras são verdadeiras e seus comentários sempre nos edificam.

Certamente as mudanças operadas em nós, nos levam a ver as coisas de um modo diferente.

Paz!